segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Preconceitos


Uma das coisas que mais me custa é hoje em dia ainda haver tantos preconceitos como posso observar no dia-a-dia, e na minha opinião ainda é mais grave quando quem os tem são pessoas novas, jovens.
Partimos do principio que ao longo dos tempos a mentalidade das pessoas muda, que determinados juízos de valor ou, até mesmo, discriminações acabem por cair no ridículo (que é o que a maioria dos preconceitos são, ridículos). Contudo, isso nem sempre se verifica já que ainda existem pessoas que tem a mente fechada à evolução e continuam a não querer aceitar que possam existir diferenças entre nós.
Ainda se discriminam pessoas por causa da sua raça ou cor, da sua posição na sociedade, ainda há crianças por adoptar, ainda se olha de lado para uma pessoa com SIDA, ainda se vê uma criança/pessoa deficiente como um "anormal" (o que me deixa irritada), ainda existem pessoas que quando vêem um mendigo na rua passam para o outro lado da rua e olham para o mesmo com repugnância, ainda se fala demasiado sobre a vida do vizinho, ainda há tabus quando se fala de sexo, ainda existem pais que não sabem abordar determinados assuntos com os filhos (sexo, drogas, entre outros), ainda se tem medo do que os outros possam pensar, ainda existem pessoas que dão mais importância à opinião dos outros do que à sua própria consciência, continuam a haver pessoas que não querem saber mais porque pensam que sabem tudo e não abrem a mente a novas ideias, tudo porque para elas todas as pessoas devem corresponder ao mesmo estereótipo por elas predefinido!
Há que mudar este cenário.
Não me conformo com isto. Cá em casa tenho um exemplo de uma pessoa assim meio conservadora, ainda muito fechada a novas ideias, mas sinto que tenho o dever de mudar esta mentalidade e a verdade é que tenho visto melhoras!
O facto de sermos todos diferentes uns nos outros, de termos seguido caminhos diferentes, de termos ideias diferentes, é que faz com que sejamos tão especiais e que possamos aprender e partilhar experiências e opiniões.
Não temos de fazer todos o mesmo, não temos de nos vestir da mesma maneira, de pensar da mesma forma, de querer as mesmas coisas, de gostar das mesmas pessoas!
A variedade e diversidade é que faz com que todos sejamos especiais à nossa maneira!
E não é justo discriminarmos alguém pela cor ou raça, pelo que veste, pelo caminho que levou, pelas decisões que tomou, pela maneira como pensa, quando erra ou quando acerta!
Ninguém tem o direito de idealizar o outro à nossa imagem, de o querer igual a nós!
"Todos diferentes, todos iguais"

5 comentários:

Uma Croma disse...

Melhor? Era impossível !
Mudar está nas nossas mãos, basta acreditarmos que tudo é possível =)

Se todos quisermos, o mundo muda.
Enquanto isso... "Isto é o que somos" =/

fanas disse...

Nem mais :) acho que disseste tudo o que poderia ser dito neste assunto.. a verdade é que temos primeiro de nos aceitar a nós como somos e isso sim irá facilitar muito o modo como iremos ver as pessoas!

LionMaster disse...

Não se consegue mudar o mundo em 2 dias...

Infelizmente há pessoas que ainda fazem para que exista a descriminação.

Mas vejamos. Faz-se um dia de "Gay pride" ora... se eles se sentem tão iguais porque têm necessidade de se afirmar dessa maneira perante a sociedade?
Isso não levará a que as pessoas mais conservadoras se manifestem de igual maneira?

Este é um de muitos exemplos....

Beijinhosss

Bituca disse...

LionMaster, sim, nisso realmente tens razão ..

merluka disse...

querida o texto ta fantastico!
infelizmente, neste seculo ainda existem demasiados preconceitos