terça-feira, 23 de março de 2010

Se pudesse fazia com que a depilação fosse totalmente indolor



Amanhã tenho depilação. "Tem mesmo de ser" digo eu a mim própria para me convencer disso e camuflar o receio da dor, que sei que vou sentir.
A mim dói-me sempre, muito, bastante, horrores insuportáveis.
Há quem seja forte, quem nem se incomode, a quem até lhe doa, mas não muito e, é por isso, que juro que invejo essas pessoas.

Quando me encontro a ser torturada a sangue frio não consigo pronunciar uma única palavra, as senhoras, muito simpáticas, ainda tentam dialogar comigo mas essa tarefa torna-se complicada, senão impossível.
Obrigatório: levar o telemóvel para me entreter enquanto sofro.

Nós, mulheres (e já alguns homens), sofremos.

1 comentário:

Alexandre disse...

Sim, isso deve mesmo doer! Mas porque é que dói a umas pessoas e outras não?
Hummm... :)
Beijinhos e que isso corra bem! LOL